Página 1 de 1

A CrioPreservação

MensagemEnviado: 17 jun 2011, 14:40
por Quity
Como Proteger

A decisão de ter um filho é muito importante e tê-lo protegido toda a vida é uma das principais preocupações dos futuros pais.


Frequentemente surgem novas situações em que bebés desenvolvem doenças para as quais o transplante de células estaminais é o tratamento com maior probabilidade de êxito. Até há bem pouco tempo, doenças como vários tipos de cancro, problemas com a medula óssea e diversos tipos de imunodeficiências só poderiam ser eliminadas se se encontrasse um doador compatível, o que, várias vezes, não chega nunca a acontecer, pois a probabilidade de encontrar um doador compatível no total da população é muito reduzida, estimando-se que seja inferior a 0,01%.

A utilização de células estaminais contidas no sangue do cordão umbilical de um recém-nascido como terapia de uma doença tão grave como as referidas, começa agora a consolidar-se. As células estaminais constituem um recurso inestimável. As células estaminais têm a capacidade de dividir-se indefenidamente, autoregenerar-se e dar origem a todas as demais células especializadas do corpo, e assim, formar todos os tecidos e orgãos de um indivíduo.

Para que a utilização de células estaminais seja possível, a recolha do sangue terá que ocorrer no momento do parto e imediatamente ser criopreservado num Banco de Sangue e, assim, a segurança da sua família ficará assegurada por muito tempo.

http://www.abcdobebe.com/actualidades-da-gravidez/a-criopreservacao.html

Re: A CrioPreservação

MensagemEnviado: 19 jun 2011, 21:08
por Marlene
Vocês preservaram as células do cordão umbilical dos vossos bebés? ::orafala2

Re: A CrioPreservação

MensagemEnviado: 19 jun 2011, 23:19
por Claudia
Eu infelizmente não pois quando o Leo nasceu era ainda muito caro.
Mas agora sei que nos hospitais públicos já fazem sem cobrarem nada